Vizinho do RS, Uruguai tem tempestade e vento de até 138Km/h

Foto: Karina de los Santos / Especial / CP

Tempestades severas atingem o país desde a manhã desta terça-feira com vendavais destrutivos.

Um sistema de tempestades que acompanha uma área de baixa pressão em médios e níveis altos gera instabilidade que é alimentada por ar muito quente, formando nuvens enormes de tempestade desde de manhã na Argentina e no Uruguai com tempestades severas.

 

Supercélula de tempestade no departamento uruguaio de Artigas, perto da fronteira com o Oeste gaúcho.

GD-g79AWUAA80e1 Vizinho do RS, Uruguai tem tempestade e vento de até 138Km/h

Uma supercélula de tempestade foi fotografada por volta do meio-dia desta terça-feira no departamento uruguaio de Artigas, que faz fronteira com o Oeste do Rio Grande do Sul, na região dos municípios de Quaraí e Barra do Quaraí.

A célula de tempestade tem a estrutura de uma nuvem prateleira. Este tipo de nuvem está frequentemente associado a linhas de instabilidade e, muitas vezes, é descrito como nuvens de parede.

As nuvens prateleira se formam quando o ar mais quente se eleva em camada acima de uma camada de ar mais frio.

Durante este processo, o ar aquecido condensa rapidamente, gerando o aspecto característico da nuvem.

O movimento rápido de deslocamento das nuvens prateleiras, conhecidas como shelf clouds em Inglês, não raro produz ventos muito fortes e destrutivos que acontecem antes da chegada da tempestade propriamente dita.

Até o meio da tarde desta terça-feira, o Instituto Uruguaio de Meteorologia registrou rajadas de vento de 138 km/h em Mercedes, 97 km/h em Tacuarembó e 91 km/h na cidade de Rivera, que faz fronteira com a gaúcha Livramento.

Em Mercedes, as rajadas de vento perto de 140 km/h causaram muitos estragos como quedas de árvores e destelhamentos.

A Meteorologia do Uruguai atribuiu o evento a um fenômeno conhecido como microexplosão, uma corrente de ventos descendente que pode produzir rajadas tão intensas quanto a de um tornado.

O risco de tempo severo permanece no Uruguai nas próximas horas, especialmente em departamentos no Norte e em Rocha, ao Norte do Rio Negro, assim em locais próximos da fronteira com o Brasil.

No decorrer da quarta, a instabilidade cede gradualmente no Uruguai e o tempo começa a apresentar melhoria em diversas cidades.

 

Correio do Povo

 

 

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir