VÍDEO: Rio arrasta ponte no centro de Santa Tereza, na Serra

Estrutura ligava o centro do município à Linha José Júlio e outras localidades do interior.

Uma ponte de concreto foi derrubada pela força do Arroio Barramansa, por volta das 7h desta terça-feira (30), no centro de Santa Tereza, na Serra.

A estrutura ficava na Rua Saldanha Marinho, próximo à ponte de ferro para pedestres, e dava acesso às localidades de Linha José Júlio e Linha Bento, entre outras comunidades do interior.

É esse trajeto também que liga Santa Tereza à cidade de São Valentim do Sul.

A estrutura cedeu enquanto a prefeita do município, Gisele Caumo, gravava um vídeo alertando para os impactos da chuva.

Nas imagens, é possível perceber que uma das cabeceiras já havia sido levada pela água e a correnteza pressionava galhos e outros entulhos contra a estrutura.

Ao final do vídeo, o tabuleiro é completamente arrancado dos pilares e some em meio à água.

O Arroio Barramansa é um afluente do Rio Taquari e o ponto onde ficava a travessia é próximo do encontro dos dois cursos d’água. No vídeo, a prefeita também menciona outros transtornos, como quedas de barreira na área urbana e no interior da cidade. O caminho alternativo para o trecho onde havia a ponte é pela localidade de Linha Alcântara, que fica em Bento Gonçalves.

— Era uma ponte que normalmente nas inundações do Rio Taquari ficava submersa, então não havia correnteza do Arroio Barramansa. Agora e também na chuva de novembro, teve muita chuva nas regiões de Bento e Garibaldi, o arroio subiu antes e formou a correnteza — explica o coordenador da Defesa Civil de Santa Tereza, Jader Alexandre Becker.

Screenshot_1-10 VÍDEO: Rio arrasta ponte no centro de Santa Tereza, na Serra
A estrutura cedeu enquanto a prefeita do município, Gisele Caumo, gravava um vídeo alertando para os impactos da chuva.

De acordo com Becker, uma segunda ponte também foi arrastada na localidade de Linha Pederneiras, no interior do município. É uma ponte menor, que ficava sobre o Arroio 22. As equipes da Defesa Civil ainda avaliam se outras estruturas não foram derrubadas.

Segundo o coordenador, o acesso à cidade pela RS-444 não está bloqueado, mas há restrições parciais por queda de barreira. No Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, contudo, há pontos de pista submersa devido à cheia de rios. Já no interior de Santa Tereza há vários trechos de bloqueio total por queda de barreira em estradas municipais.

Além dos danos, o volume de chuva também obrigou a remoção de pelo menos uma família que vive às margens do Arroio Marrecão. Eles foram levados para a casa de familiares. A prefeitura também suspendeu as aulas na cidade.

Conforme o portal da Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul, o monitoramento hidrológico registrava que o Rio Taquari estava com 3,8 metros na manhã desta segunda-feira (29). Por volta das 10h30min desta terça, o nível já havia subido para 8 metros. A cota de inundação é de 15 metros.

— O Taquari ainda está tranquilo, mas estamos preocupados com a chuva que está por vir — alerta Becker.

 

gauchazh.clicrbs.com.br/pioneiro

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

AS MAIS LIDAS

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas