Queniana Catherine Reline é campeã feminina da São Silvestre pelo segundo ano consecutivo

Reline liderou a prova do início ao fim. ROBERTO CASIMIRO / FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O segundo lugar ficou com Sheila Chelangat, compatriota de Reline. A etíope Wude Ayalew completou o pódio.

Com tranquilidade, correndo os últimos quilômetros de prova sozinha, Catherine Reline sagrou-se bicampeã da São Silvestre na manhã deste domingo (31).

A atleta do Quênia completou o percurso de 15 quilômetros pelas ruas de São Paulo em 49 minutos e 54 segundos.

A disputada mais acirrada foi pelo segundo lugar, com uma diferença de 11 segundos entre as competidoras.

E teve dobradinha do Quênia: Sheila Chelangat completou a prova com o tempo de 51 minutos e 35 segundos, seguida pela etíope Wude Ayalew, que terminou em terceiro lugar, com 51 minutos e 46 segundos.

O Brasil conquistou o sexto e o sétimo lugares, com Felismina Cavela – atleta angolana naturalizada brasileira – e Kleidiane Barbosa, respectivamente.

Nas últimas 10 edições de São Silvestre, o Quênia venceu oito provas femininas. Na história, o país tem 18 vitórias.

 

gauchazh.clicrbs.com.br

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir