Festa anos 80 agita a Praia do Barco em Capão da Canoa

Festa Anos 80 levou muitos veranistas até a Praça Inclusiva, na Praia do Barco | Foto: Mauro Schaefer

Moradores confraternizaram e reforçaram união para a conquista de melhorias na infraestrutura.

Era noite de sábado, mas bastava sair da Avenida Paraguassu para notar as luzes coloridas e o grande movimento na Praça Inclusiva, quase na beira-mar.

E quem seguiu o agito encontrou uma comunidade e celebrando o verão em mais uma noite de festa na Praia do Barco, em Capão da Canoa, conhecida no Litoral Norte por eventos que mobilizam a comunidade local.

Logo no portão da quadra de esportes transformada em pista de dança, Ânderson Cardoso, 26 anos, recepcionava os visitantes. Com copo de bebida na mão e cantando Whisky à go-go, sucesso do Roupa Nova, alegrava a todos. “Aquele tempo que você sonhou…”, acompanhava a letra da música e sorria como se fosse uma saudação a quem chegava.

Ao longo da noite, cerca de 300 pessoas participaram do encontro, expressando o sucesso da iniciativa, conforme a idealizadora, Alba Inês Nunes Torres, que tem residência fixa na aconchegante prainha desde que se aposentou da Brigada Militar. “É uma confraternização muito legal, o povo agrega”, diz.

A estrutura montada era digna de evento profissional, Tinha DJ, luzes coloridas, decoração, iluminação, banheiros químicos, segurança, barracas e até um food truck para alimentação e bebidas.

Tudo bem organizado e elogiado por quem passou por lá, como as amigas Mônica Roquete e Maria Eduarda Lopes, moradoras de Porto Alegre. “Não conhecíamos, é a primeira festa, e está muito gostosa”, afirma Maria Eduarda, 18 anos.

Há dez anos na Praia do Barco, Alba também é uma das organizadoras de um dos carnavais mais famosos de Capão, o que a incentivou a promover a festa anos 80 deste sábado. “Eu gosto de festa, e pensei na anos 80 para resgatar a tradição das festas de rua, que ninguém mais faz. É para reunir os amigos, dançar e brincar ao ar livre”, conta.

A festeira oficial da Praia do Barco aproveitou para confirmar a 5ª edição do Carnaval, nos dias 10, 11 e 12 de fevereiro.

Comunidade unida

Alba destaca que a partir da aproximação que os encontros proporcionam, a comunidade obtém disposição para buscar melhorias para a praia. “Vira uma luta conjunta. Esta praça inclusiva fomos nós que batalhamos. E temos chuveiro na beira da praia e outras conquistas a partir dessa convivência positiva. Não vamos parar, vamos conquistar mais e quero também tornar o carnaval daqui parte do calendário oficial de eventos de Capão”, destaca.

 

Correio do Povo

 

 

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir