Chuva retorna ao RS na Terça-feira; algumas regiões podem registrar volumes de até 100 milímetros na semana

Tempo chuvoso pode persistir entre terça e sexta-feira. Bruno Todeschini / Agencia RBS

Condição deve afetar grande parte do Rio Grande do Sul.

Após um final de semana de tempo firme em grande parte do Rio Grande do Sul, a segunda-feira (20) deve ser parecida, com sol e temperatura baixa. De terça-feira (21) até sexta-feira (24), a previsão é de muita chuva no Estado. Algumas regiões podem registrar 100 milímetros de chuva durante o período. Para a alegria dos gaúchos, o sol volta no próximo sábado (25).

Sem previsão de chuva, a segunda-feira começa gelada, como é de costume do outono gaúcho. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), alguns municípios da região Sul, Campanha, Fronteira Oeste, Noroeste, Região das Missões, Norte, Vale do Taquari e Serra podem amanhecer com geada. Bom Jesus, na Serra, e Quaraí, na Fronteira Oeste, devem registrar as menores mínimas do dia: 4ºC. Em Porto Alegre, a variação térmica será de 12ºC e 18ºC.

A chuva retorna ao Rio Grande do Sul na terça-feira. Na Fronteira Oeste, Campanha, Central, Região das Missões e no Noroeste, a condição deve ser um pouco mais intensa. De acordo com a previsão da Climatempo, deve chover em torno de 50 milímetros em Santa Maria, no Centro, e 35 milímetros em Uruguaiana, na Fronteira Oeste. Em Porto Alegre e em Estrela, no Vale do Taquari, o volume de chuva deve ser em torno dos 20 milímetros.

— O transporte de umidade da Amazônia sendo direcionado para o Rio Grande do Sul e a circulação de vento favorecem a formação de instabilidades. A chuva começa de manhã, entrando pela Fronteira Oeste e pela Região das Missões e, depois, gradualmente, vai se espalhando por todo o Estado. Nessas regiões e no Centro pode ter temporal. No resto do Rio Grande do Sul, o tempo fica nublado e há chance de chuva a qualquer hora do dia — prevê Patrícia Cassoli, meteorologista da Climatempo.

Na quarta-feira (22), a condição pode se intensificar. Na Metade Sul, há alerta para novos temporais, chuva volumosa e fortes rajadas de vento. Na faixa central do Estado, pegando municípios do Centro, do Noroeste e da Região Metropolitana, pancadas de chuva podem aparecer a qualquer hora do dia, devendo ser fortes em alguns momentos. Em alguns locais do Norte e da Serra, condição será mais calma.

Em Bagé, na Campanha, a previsão da Climatempo é de que chova 80 milímetros. Em Rio Grande, no Sul, o volume pode chegar aos 75 milímetros. Uruguaiana, na Fronteira Oeste, pode registrar 70 milímetros. Em Santa Maria, previsão é de 50 milímetros. Porto Alegre, na Região Metropolitana, e Estrela, no Vale do Taquari, devem registrar valores próximos dos 10mm.

— Na quinta-feira (23), teremos uma área de baixa pressão se formando e isso pode intensificar a chuva. A condição deve avançar para a Metade Norte, podendo afetar mais a Região Metropolitana. Além disso, o vento vira de sul, e aí a temperatura entra em declínio em todo o Estado — afirma Murilo Lopes, meteorologista da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

De acordo com a Climatempo, a previsão é de 75 milímetros para Lajeado e Santa Maria na quinta-feira. Em Porto Alegre, pode chover até 70 milímetros. Passo Fundo, no Norte, Cruz Alta, no Noroeste, e Santo Ângelo, nas Missões, podem registrar 60mm de chuva durante o dia. Em Bento Gonçalves, na Serra, deve chover 50 milímetros. Em Tramandaí, no Litoral Norte, 45mm. Já em Pelotas, no Sul, a chuva é menos volumosa: 25 milímetros.

 

Impacto da chuva

— Serão dias de chuva volumosa. O que a gente vê que costuma chover em maio no Rio Grande do Sul é entre 120 e 150 milímetros. Se pensarmos que alguns municípios podem registrar 100 milímetros em quatro dias, estamos falando de um valor próximo ao que cai em todo o mês de maio ocorrendo em menos de uma semana. Então é bastante chuva, sim — pontua Lopes.

O meteorologista defende que os volumes altos podem ser preocupantes considerando a situação dos rios. Apesar da previsão, os pesquisadores do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) projetam um cenário mais positivo para a situação do nível do Guaíba nos próximos dias.

— Estamos mantendo o prognóstico de que essa chuva possivelmente vai retardar a velocidade de descida do Guaíba, mas não esperamos que vá causar o impacto de uma subida significativa novamente — garante Fernando Fan, pesquisador do IPH.

 

Sol e frio no final de semana

A tendência é que a chuva enfraqueça na sexta-feira (24).

Ainda há previsão de instabilidade, principalmente para o Norte e a Serra, mas, segundo Patrícia, a chuva deve diminuir conforme a frente fria se desloca.

A boa notícia é que não há previsão de temporais ou chuva volumosa. No sábado (25) e no domingo (26), o tempo deve se manter firme em todo o Rio Grande do Sul, com sol e temperatura baixa.

 

gauchazh.clicrbs.com.br

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas