Após subestação de energia alagar em Nova Santa Rita, Eletrosul NEGA risco de desabastecimento

Companhia ressaltou que não houve comprometimento da operação e que não há, nesta quarta, registro de alagamento no pátio do empreendimento, que “segue operando normalmente”

4868001_0a6c437b4c13ced Após subestação de energia alagar em Nova Santa Rita, Eletrosul NEGA risco de desabastecimento

Transbordamento histórico do Rio Caí, na segunda-feira (20), alagou pátio da subestação, de propriedade da Eletrobras CGT Eletrosul.    divulgação / eletrosul

 

A Eletrosul, responsável pela subestação de energia Nova Santa Rita, na Região Metropolitana, disse em nota divulgada na manhã desta quarta-feira (22) que não há risco de desabastecimento na região, mesmo após o alagamento do pátio da subestação, registrado na segunda-feira (20).

A companhia ressaltou que não houve comprometimento da operação e que não há, nesta quarta, registro de alagamento no pátio da subestação, que “segue operando normalmente dentro dos patamares de segurança”, a partir da gestão remota do Centro de Operação do Sistema Elétrico , em Florianópolis, Santa Catarina (leia a íntegra abaixo).

Desde o início da semana, a imagem da subestação de energia Nova Santa Rita com o pátio alagado circula pelas redes sociais com um falso alerta sobre a possibilidade de desabastecimento de energia no Rio Grande do Sul.

No comunicado desta quarta, a Eletrosul confirmou que, em razão do transbordamento histórico do Rio Caí, na segunda-feira (20), foi registrado alagamento do pátio da subestação, empreendimento de propriedade da Eletrobras CGT Eletrosul, mas desmentiu o risco de desabastecimento.

A empresa informou ainda que monitora em tempo real a situação e observou a redução gradativa do nível das águas a partir da tarde de terça-feira (21).

 

Leia a íntegra da nota da Eletrobras CGT Eletrosul
“Neste momento, não há registro de alagamento no pátio da Subestação Nova Santa Rita. O empreendimento segue operando normalmente dentro dos patamares de segurança.

A Subestação Nova Santa Rita, localizada na região Metropolitana de Porto Alegre, de propriedade da Eletrobras CGT Eletrosul, segue operando dentro dos patamares de segurança, a partir da gestão remota do Centro de Operação do Sistema Elétrico da companhia, em Florianópolis (SC), em consonância com os parâmetros, diretrizes técnicas e procedimentos de rede do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Em razão do transbordamento histórico do rio Caí, na segunda-feira (20.11), foi registrado alagamento do pátio da subestação, sem comprometimento à operação e com a manutenção em prontidão permanente.

A empresa monitora em tempo real a situação e observou a redução gradativa do nível das águas a partir da tarde do dia 20. Neste momento, não há registro de alagamento no pátio da Subestação Nova Santa. O empreendimento segue operando normalmente dentro dos patamares de segurança.”

gauchazh.clicrbs.com.br

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas