Vulcão entra em erupção na Islândia e põe em risco vila de pescadores

| Foto: HALLDOR KOLBEINS / AFP

Esta é a quinta erupção vulcânica na Islândia em quase três anos.

Um vulcão entrou em erupção neste domingo, 14, no sudeste da Islândia, perto da vila de pescadores de Grindavik, expelindo colunas de lava que incendiaram casas vizinhas, de acordo com a Agência Meteorológica da Islândia (OMI).

Esta é a quinta erupção vulcânica na Islândia em quase três anos. A última ocorreu em 18 de dezembro na mesma área.

A atividade sísmica se intensificou bruscamente durante a noite, e os residentes de Grindavik foram retirados de suas casas por volta das 3h locais (0h em Brasília), segundo a rádio e a televisão públicas islandesas.

A erupção começou por volta das 8h ao norte desta cidade de 4.000 habitantes, de acordo com a agência meteorológica. A cidade fica cerca de 40 km a sudoeste de Reykjavik, a capital da ilha. As imagens das câmeras de vigilância mostram grandes fluxos de lava de cor laranja brilhante ao longo de uma fenda.

“É surreal. É como assistir a um filme”, disse Sveinn Ari Gudjonsson, de 55 anos, à AFP. “Em uma cidade pequena como esta, somos todos como uma família, nos conhecemos todos. Então é uma tragédia ver isso”, acrescentou o homem. As autoridades já haviam evacuado Grindavik em 11 de novembro como medida de precaução.

Nos dias anteriores, houve centenas de terremotos causados pelo deslocamento de magma sob a crosta terrestre, um sinal precursor de uma erupção vulcânica. As autoridades também estão monitorando de perto a usina geotérmica de Svartsengi, localizada na mesma área e que fornece eletricidade e água para cerca de 30.000 habitantes. As instalações são protegidas por um muro.

A Islândia está entre as placas tectônicas euroasiática e norte-americana e é uma das regiões vulcânicas terrestres mais ativas, com 33 vulcões, ou sistemas vulcânicos, catalogados como ativos.

 

Correio do Povo

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir