SC tem 4 das 10 cidades do Brasil onde mais pessoas moram em apartamentos do que em casas

Balneário Camboriú é a segunda cidade do Brasil onde mais pessoas moram em apartamentos (Foto: Divulgação)

Quatro cidades de Santa Catarina estão presentes na lista dos 10 municípios brasileiros onde mais pessoas moram em apartamentos do que em casas.

Os dados são do Censo Demográfico 2022 e foram divulgados pelo Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (23).

Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, é a segunda cidade do Brasil onde mais pessoas moram em apartamentos do que em outros tipos de domicílios.

De acordo com os dados do IBGE, 57,22% da cidade reside em prédios.

O município de Santa Catarina ficou atrás apenas de Santos, em São Paulo, onde a frequência encontrada foi de 63,45%.

Entre 2010 e 2022, o aumento desse estilo de domicílio em Balneário foi de 102,7%, passando de 185 prédios para 375.

O ranking das 10 cidades do Brasil onde mais pessoas moram em apartamentos também é contemplado com São José (41,05%), Itapema (38,76%) e Florianópolis (38,64%).

Em Florianópolis, houve um aumento de 232% de prédios em comparação com dados do Censo Demográfico 2010. Na Capital, o número passou de 100 prédios para 332 em 2022.

 

Veja a lista das 10 cidades do Brasil onde mais pessoas moram em apartamentos

-Santos (SP) – 63,45%
-Balneário Camboriú (SC) – 57,22%
-São Caetano do Sul (SP) – 50,77%
-Vitória (ES) – 53,51%
-Porto Alegre (RS) – 54,2%
-Viçosa (MG) – 56,59%
-São José (SC) – 41,05%
-Niterói (RJ) – 54,15%
-Itapema (SC) – 38,76%
-Florianópolis (SC) – 38,64%

 

SC tem a terceira proporção nacional de pessoas morando em apartamentos

Conforme dados divulgados nesta sexta-feira, dos 7,6 milhões de catarinenses morando em domicílios particulares permanentes ocupados, 1,4 milhão (18,5%) moram em apartamentos.

Esse percentual foi o terceiro maior do país, superado apenas pelo do Distrito Federal (28,7%) e do Rio de Janeiro (20%).

No entanto, assim como em outros estados, em Santa Catariana predomina as pessoas que moravam em casas (80,5%). Em 2022, eram 6,1 milhões de pessoas.

Além disso, comparando os censos 2010 e 2022, o número de catarinenses morando em apartamentos mais que dobrou, aumentando em 740,1 mil (112,3%), informou o IBGE.

 

Número de pessoas morando em apartamentos cresce no Brasil

Dados do Censo Demográfico 2022 revelaram um aumento gradual dos domicílios do tipo “apartamento”. Em 2000, segundo Censo Demográfico, 7,6% da população residia em apartamentos. Em 2010, a proporção havia se elevado para 8,5%.

Nos 12 anos seguintes, o percentual se elevou em mais 4,1 pontos percentuais, chegando aos 12,5% em 2022. Na comparação entre o Censo Demográfico de 2010 e o de 2022, a proporção da população residindo em apartamento registrou expansão em todas as regiões do Brasil, diz o IBGE.

Atualmente, o apartamento é o segundo tipo de moradia com maior frequência no país, ficando apenas atrás de “casa”, no qual o censo encontrou 59,6 milhões de domicílios ocupados desse tipo. (NSC)

 

michelteixeira.com.br

VOTE MATTEUS BBB 24!

É a nossa cultura sendo conhecida por todo o Brasil!!

VOTE MATTEUS BBB 24!

Compre Aqui!

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

As Mais Lidas...​

Notícias Relacionadas