Porto Alegre contrata empresa para recolhimento de resíduos em áreas próximas de inundações

Primeiro lote será retirado do bota-espera situado na rua Voluntários da Pátria, 3522 | Foto: Camila Cunha

Resíduos serão transportados pela Master Construções e Serviços Ambientais para aterros inertes em Gravataí.

A prefeitura publicou em edição extra do Diário Oficial do Município de Porto Alegre (Dopa) de quarta-feira, 19, o resultado do Edital de Chamamento Público para a contratação de empresas para a prestação de serviços de transporte de Resíduos Sólidos do Desastre Natural (RSDN) alocados nos terrenos de bota-espera ao aterro de inertes localizado em Gravataí.

Bota-espera são áreas próximas das regiões inundadas, onde o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) descarrega os materiais recolhidos. A empresa Master Construções e Serviços Ambientais, que apresentou o menor preço para cada um dos lotes dentre as propostas enviadas, foi a escolhida.

O secretário municipal de Serviços Urbanos, Assis Arrojo, o secretário ajunto de Parcerias, Jorge Murgas, e o diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), Vicente Marques, realizaram reunião com a empresa na manhã desta quinta-feira, 20, para planejamento e mobilização imediata para início dos trabalhos. O representante da Master abriu mão de atender o lote 3 devido à quantidade de maquinário e mão de obra. “O município precisa desta ação com rapidez. Para prestar o serviço dos dois lotes de forma adequada, a primeira colocada do edital irá atender os bota-espera dos lotes 1 e 2 e vamos chamar a segunda colocada na tarde desta quinta para contemplar o 3”, explica Murgas.

“O objetivo é eliminar o acúmulo de resíduos dos bota-espera, levando-os da maneira mais rápida possível ao destino final, liberando essas áreas que receberam o material proveniente da enchente de forma emergencial”, ressalta a secretária municipal de Parcerias, Ana Pellini.

A contratação foi realizada com dispensa de licitação, de acordo com a legislação vigente, em três lotes para atender os locais distribuídos em diferentes regiões da cidade. O serviço terá prazo de execução de 30 a 45 dias, conforme o Termo de Referência, de acordo com cada lote de bota-espera, a contar da ordem de início.

O serviço engloba a carga e transporte de resíduos gerados pelo desastre climático, com fornecimento de equipamentos, caminhões e mão de obra, incluindo operadores e motoristas.

O primeiro lote terá origem no bota-espera situado na rua Voluntários da Pátria, 3522, o segundo contempla o bota-espera da avenida Voluntários da Pátria esquina com a rua Seis, e o terceiro é voltado ao recolhimento do bota-espera da avenida Loureiro da Silva, nas proximidades da Receita Federal.

 

Correio do Povo

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas