Guaíba passa da cota de alerta, mas não deve chegar à cota de inundação

Nível do Guaíba subiu na tarde desta terça-feira. Crédito: Luciano Lanes / PMPA

Nível subiu com mais intensidade desde a meia-noite. Nas redes sociais, prefeitura disse que Guaíba não ultrapassará cota de inundação.

Às 9h desta quinta-feira (20), o nível do Guaíba estava em 3,24m na régua instalada na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre.

O número indica uma estabilização acima da cota de alerta, de 3,15m, porque a altura da água oscila nestes patamares desde a meia-noite.

A ultrapassagem do nível de alerta ocorreu ontem (19), por volta das 22h.

No boletim de ontem ao meio-dia, o IPH (Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS) manifestou preocupação quanto possibilidade de “elevações adicionais dos níveis para acima das cotas de inundação e alerta”. Isso porque o RS tem previsão de chuvas por mais dias. O instituto previu oscilações no nível do Guaíba devido aos efeitos dos ventos.

Contudo, na manhã desta quinta-feira (20), a prefeitura de Porto Alegre se manifestou nas redes sociais dizendo que o Guaíba não ultrapassará a cota de inundação, de 3,60m.

 

Bom dia, Porto Alegre!

🌧 Como era previsto, o nível do Guaíba atingiu a cota de alerta, mas não ultrapassará a cota de inundação.

🌊 Nível do Guaíba

📏 Usina do Gasômetro
Cota atual: 3,25
Cota de Alerta: 3,15m
Cota de Inundação: 3,6m

GQhC6uvWgAAw8CR Guaíba passa da cota de alerta, mas não deve chegar à cota de inundação

A expectativa se dá mesmo no cenário que se apresenta, onde IPH prevê chuvas persistentes pelos próximos 9 ou 10 dias. Os acumulados podem superar 150 mm principalmente pelas chuvas a partir da semana que vem. Para hoje, por exemplo, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu uma série de alertas para diferentes áreas do Estado.

 

Dentro da cidade

O problema maior de Porto Alegre parece ser mesmo o interior da cidade. Desde o final de semana, com o aumento das chuvas, a cidade passou a conviver novamente com mais intensidade alagamentos de todo tipo.

A prefeitura montou uma força-tarefa para limpar o lixo espalhado pela cidade, que em algum casos obstrui a saída da água, mas mesmo assim moradores convivem com transtornos causados pelos alagamentos.

Desde 6 de maio, quando o trabalho começou nos pontos de resgate, até a noite de quarta-feira (19), a prefeitura registrou o recolhimento de 74.222 toneladas de resíduos das ruas.

Os serviços incluem restos de móveis estragados, raspagem de lodo acumulado e lixo de varrição.

Cerca de 1.040 garis estão atuando nos bairros mais afetados pela cheia do Guaíba.

 

agorars.com/rs

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas