Mancha avermelhada na Lagoa dos Patos pode afetar pesca e turismo na Região Sul por tempo indeterminado

Imagem de satélite mostra mancha avermelhada na Lagoa dos Patos. LODS / FURG / Divulgação

Água com essa coloração é oriunda do Guaíba.

Os pesquisadores do Laboratório de Oceanografia Dinâmica e por Satélites (Lods) da Universidade Federal do Rio Grande (Furg) notaram, através do satélite Sentinel-3A, uma mancha marrom avermelhada na Lagoa dos Patos, na altura do município de Mostardas, na Região Sul.

Segundo o coordenador do Lods, Fabrício Sanguinetti, trata-se da água cheia de sedimentos em suspensão – partículas sólidas como areia, lama, argila e matéria orgânica – oriunda do Guaíba.

— A Bacia Hidrográfica do Guaíba recebeu uma carga de água bem significativa de outras bacias. As águas que vêm da região interiorana do Estado têm uma concentração muito alta de sedimento em suspensão. E, como, a depender das condições meteorológicas, essa água vinda do Guaíba vai ser conduzida para a Lagoa dos Patos, estamos vendo a transferência dessas águas com elevada concentração de sedimento e suspensão para a região — explica.

Conforme Sanguinetti, as características visuais de um corpo d’água são definidas pelos elementos nele presentes.

Por exemplo, uma água com microalgas ricas em Clorofila A vai ter uma aparência mais esverdeada. Já quando a água conta com alta concentração de sedimento em suspensão, a tendência é que surja essa mancha marrom ou avermelhada.

— A Lagoa dos Patos naturalmente é uma ponte de sedimento em suspensão e o comportamento padrão dela já conta com essa alta concentração. Só que o que estamos vendo agora é um excesso dessas partículas, muito além do normal. Parte desse sedimento vai afundar, outra parte vai ser conduzida por maiores distâncias. Essa mancha pode chegar às regiões mais ao sul, ultrapassando Pelotas e Rio Grande — prevê o especialista.

Para ele, é impossível quantificar a duração dessa situação, uma vez que a melhora depende de muitos fatores ligados à imprevisibilidade da natureza, como o regime de vento e a agilidade do escoamento da água.

Por tempo indeterminado, Sanguinetti afirma que poderá haver impacto na utilização dos recursos da Lagoa dos Patos.

A condição pode modificar a balneabilidade do local, influenciando diretamente o turismo do Litoral Sul, e apresentar alteração na vida marinha da região, podendo afetar a pesca.

 

gauchazh.clicrbs.com.br

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

AS MAIS LIDAS

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas