Mais de 100 cidades gaúchas comemoram até dezembro o Bicentenário da chegada dos primeiros imigrantes alemães ao Rio Grande do Sul

Em Porto Alegre, programação temática inclui concertos especiais da Ospa. (Foto: Vitória Proença/Ospa)

Celebrado neste ano, o Bicentenário da chegada dos primeiros imigrantes alemães no Rio Grande do Sul é alvo de uma série de eventos até o final de dezembro em mais de 100 cidades gaúchas.

Dentre as iniciativas estão atividades culturais, gastronômicas, esportivas, educativas e religiosas, em uma programação organizada por comissão oficial que conta com o envolvimento de aproximadamente 60 instituições.

As atrações foram planejadas e organizadas a partir de reuniões setoriais e encontros com escolas, universidades, clubes sociais e esportivos, igrejas, museus, associações culturais e entidades ligadas à economia, para planejar e organizar a agenda festiva.

Estão previstos mais de 120 eventos, propostos por prefeituras, entidades da sociedade civil, órgãos públicos e instituições privadas. Além dos gabinetes do governador e do vice-governador, integram o colegiadoseis secretarias, universidades, escolas, federações, consulados, embaixadas, clubes, museus e entidades sociais.

A programação completa pode ser conferida em página específica no site cultura.rs.gov.br.

 

Ospa

Na lista de eventos estão 16 concertos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), incluindo 11 no Interior do Estado. As apresentações comemorativas ao Bicentenário no interior do Estado serão gratuitas e acontecem em São Leopoldo (3 de maio), Taquara (29 de maio), Erechim (7 de julho), Novo Hamburgo (19 de setembro), Lajeado (11 de outubro), Santa Cruz do Sul (12 de dezembro) e Lagoa dos Três Cantos (15 de dezembro).

Outros quatro concertos da série “Música de Câmara”, também alusivos ao Bicentenário e com datas a serem divulgadas, serão promovidos em Pelotas, Nova Petrópolis e Montenegro.

Já a série “Casa da Ospa”, com ingressos à venda no site da instituição, destacará importantes obras da música germânica. O primeiro está marcado para 26 de julho. Sob regência do maestro Evandro Matté, o solista Christoph Hartmann (oboísta da Filarmônica de Berlim) interpretará com a orquestra obras de Richard Strauss, Antonio Pasculli e Beethoven.

Em 14 de setembro, a Casa da Ospa realizará o concerto “Beethoven IX”. No dia 30 de novembro, será a vez de “Wagner & Strauss”, seguido por espetáculo “Carmina Burana”, de Carl Orff, em 7 e 8 de dezembro.

O presidente da Ospa, Gilberto Schwartsmann, menciona alguns dos principais compositores da música clássica alemã e salienta que a influência germânica vai além da economia:

“A Ospa tem muito orgulho de fazer parte das comemorações do Bicentenário. Nossos músicos estão muito motivados, com uma programação muito bonita que faz jus a essa maravilha que é a contribuição da cultura alemã para o nosso Estado”.

 

Com a palavra…

O cônsul-geral da Alemanha no Brasil, Marc Bogdahn, parabeniza o Estado pela dedicação e empenho em comemorar a data: “Estou impressionadíssimo pela dedicação e também pela amplitude do trabalho da Comissão do Bicentenário. É realmente um reflexo da grandiosidade da sociedade gaúcha”.

Ainda segundo ele, trata-se de “olhar o passado para construir o futuro”. Também reconhece a importância da imigração para a construção de uma sociedade miscigenada como o Rio Grande do Sul: “Essa simbiose de tantas origens diferentes faz do Estado e do País um modelo para o mundo, inclusive para a própria Alemanha”.

A secretária-adjunta da Cultura Estadual, Gabriela Meindrad, enaltece o engajamento em torno das festividades como uma prova da influência dos imigrantes e de seus descendentes no cenário gaúcho:

“Celebrar a diversidade cultural e étnica do povo germânico ressalta sua coragem ao deixar o país de origem para ajudar a construir o Brasil. Fé e união são algumas das principais marcas culturais dos imigrantes, como um legado que faz o nosso Estado hoje”.

Presidente da Comissão dos festejos, o subsecretário da Justiça e Integridade Institucional da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Rafael Gessinger, acrescenta: “O Bicentenário não é um assunto simples e está em curso desde janeiro, como fruto de um sonho coletivo, cheio de surpresas e diferentes tons”.

(Marcello Campos)

 

osul.com.br

Compre Aqui!

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

As Mais Lidas...​

Notícias Relacionadas