Governo do RS anuncia R$ 168 milhões em repasses para municípios em calamidade e emergência após a enchente

O Rio Grande do Sul tem mais de 581,6 mil pessoas desalojadas e 68,3 mil em abrigos. Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Moradores destas cidades que estejam desabrigadas ou desalojadas e se enquadrem nos critérios receberão R$ 400 por seis meses.

O governo do Rio Grande do Sul anunciou, nesta quarta-feira (22), o repasse de R$ 168 milhões em medidas para municípios gaúchos em estado de calamidade.

Dentro desse valor, R$ 30 milhões serão destinados para Aluguel Social ou uma nova modalidade, que o governo chamou de Estadia Solidária. 

 

  • moradoras de municípios em estado de calamidade, que sejam de baixa renda, pobres, ou extremamente pobres, incritas no CadÚnico
  • moradoras de municípios em estado de emergência, que sejam pobres ou extremamente pobres, incritas no CadÚnico

 

No último balanço divulgado pela Defesa Civil do Estado, divulgado às 18h desta quarta-feira, oRio Grande do Sul ultrapassa os 581,6 mil desalojados pelas chuvas que castigaram o Estado.  Outras 68,3 mil pessoas estão em abrigos.

Outros R$ 78 milhões serão destinados para o programa Fundo a Fundo da Defesa Civil, que transfere recursos para ações emergenciais em municípios. Desses, serão R$ 350 mil para cada um dos 78 municípios em calamidade e R$ 150 mil para cada um dos 340 municípios em estado de emergência.

O programa considera que os recursos devem ser empregados em situações como obras de pequeno porte, serviços de engenharia para suprimento de energia elétrica e esgotamento sanitário, entre outras.

Mais R$ 60 milhões foram anunciados para compor a modalidade “horas-máquina”, em que o Estado contrata empresas que fornecem maquinários, como caminhão caçamba, escavadeira, motoniveladora, para desobstrução de vias e remoção de entulhos.

 

Plataformas em redes de abrigos

O governo do Estado anunciou duas plataformas direcionadas à rede de abrigos: uma para cadastramento, cujo aplicativo se chama Aproxima RS.

As informações serão utilizadas para embasar políticas públicas e fazer levantamento de particularidades de cada abrigo.

A outra é a plataforma Solidariedade RS, que terá uma listagem das necessidades de cada abrigo para quem quiser doar saber o que é necessário em cada local.

 

gauchazh.clicrbs.com.br

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas