Corpo de Bombeiros Militar realiza o projeto Rede Praia Acessível em parceria com a Faders

PcD, pessoas com mobilidade reduzida e idosos com dificuldade de locomoção têm acesso ao banho acessível.

Desde o sábado (13/1), pessoas com deficiência (PcD), mobilidade reduzida e idosos com dificuldade de locomoção terão oportunidade de banho assistido no litoral gaúcho.

Em cerimônia realizada no município de Capão da Canoa, a Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (Faders), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), lançou o projeto Rede Praia Acessível, disponibilizando 13 cadeiras anfíbias ao Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS) para serem utilizadas na Operação Verão Total 2023/2024.

A iniciativa criou 13 guaritas acessíveis, e o serviço será prestado pelos guarda-vidas do CBMRS.

13165212_2113038_GDO-Copia Corpo de Bombeiros Militar realiza o projeto Rede Praia Acessível em parceria com a Faders

O objetivo de estabelecer um ponto de banho assistido identificado é proporcionar um local com estrutura ampla de acessibilidade, segurança no mar e qualidade de vida.

As guaritas acessíveis têm um padrão de identidade visual, com o símbolo da pessoa com deficiência, a fim de facilitar a visualização e o reconhecimento do ponto de banho. Aliado a tudo isso, o CBMRS capacitou os guarda-vidas para prestarem esse atendimento.

O subcomandante-geral do CBMRS e coordenador da Operação Verão Total, coronel José Carlos Sallet de Almeida e Silva, reforçou a importância da iniciativa. “Com esta parceria, o Corpo de Bombeiros Militar auxiliará a Faders no projeto de tornar a praia um local acessível às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, sem prejuízo do serviço operacional de prevenção e proteção ao afogamento”, disse.

13165637_2113049_GDO-Copia Corpo de Bombeiros Militar realiza o projeto Rede Praia Acessível em parceria com a Faders

Além de ceder as cadeiras anfíbias, a Faders escolheu os melhores locais para o ponto de banho assistido e prestará a assistência necessária para as manutenções periódicas nos equipamentos.

O presidente da Faders, Marquinho Lang, destacou que os locais de banho escolhidos foram pensados para que atendam a diversos requisitos de acessibilidade.

Entre eles, estacionamento reservado para pessoa com deficiência, rampa de acesso da calçada, passarela de acesso à praia até o ponto mais próximo possível da guarita e banheiro adaptado.

  • Arroio do Sal: guarita 38
  • Arroio Teixeira: guarita 56
  • Balneário Pinhal: guarita 199
  • Capão da Canoa: guarita 76
  • Cidreira: guarita 180
  • Imbé: guaritas 111, 127 e 129
  • Quintão: guarita 215
  • Torres: guarita 3
  • Tramandaí: guaritas 148 e 159
  • Xangri-Lá: guarita 92

 

A Faders disponibiliza o Disque Praia Acessível pelo telefone (51) 98594-5900, que também tem WhatsApp, para informar os locais com acessibilidade.

*Fotos: Leonardo Andrades/CBMRS

 

leouve.com.br

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir