Canoas e Cachoeirinha decretam situação de emergência em razão do alto índice de confirmados para dengue

Em Canoas, o bairro com maior incidência de casos é o Estância Velha, com 539 positivados | Foto: Jader Rodrigues / Prefeitura de Canoas / CP

Medida serve para ampliação, controle e atenção à saúde diante do risco epidemiológico em decorrência da doença.

Diante do crescente número de confirmados para a dengue e do elevado índice de notificações, as cidades de Canoas e Cachoeirinha, na Região Metropolitana, decretaram situação de emergência em saúde pública para prevenção e enfrentamento da doença. De acordo com dados da Prefeitura de Canoas, o município contabiliza mais de 1.138 casos positivados para a doença, sendo 1129 autóctones e 9 importados. O bairro com maior incidência de casos é o Estância Velha, com 539. Em Cachoeirinha, já são 253 positivados e 848 notificações, número 12 vezes maior que no mesmo período em 2023. O documento revela ainda que a presença do mosquito Aedes Aegypti está em todos os bairros do município. Os decretos têm validade de até 180 dias.

O prefeito em exercício de Canoas, Nedy de Vargas Marques, disse que a publicação do documento é para que Município possa mobilizar mais recursos e esforços para o combate à dengue. A medida busca agilizar, por exemplo, a convocação dos servidores da Secretaria e da Fundação de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPA), hospitais e demais equipamentos de saúde, de acordo com as necessidades apresentadas pelas respectivas áreas técnicas visando garantir mais assistência para a população com dengue e na promoção do combate ao mosquito Aedes aegypti.

A secretária de Saúde de Cachoeirinha, Bianca Breier, enfatiza que a Prefeitura vem monitorando os casos de dengue, conscientizando a população, fiscalizando possíveis focos e realizando ações de combate ao mosquito em diferentes bairros. “Estamos fazendo vistorias frequentes no município, especialmente nos locais onde há grande proliferação do mosquito. Além disso, estamos passando inseticida nas paredes de prédios públicos e nas casas, que agem no local por até quatro meses, matando instantaneamente o mosquito. Com o Decreto, vamos intensificar ainda mais as medidas para combater a dengue”, afirma.

A partir desta semana a UBS Odil mantém as portas abertas até às 22h priorizando o atendimento de casos suspeitos de dengue. Além disso, duas salas de hidratação foram inauguradas nas UBS Odil e Osvaldo Cruz para pacientes classificados com dengue tipo B.

 

Correio do Povo

Compre Aqui!

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

As Mais Lidas...​

Notícias Relacionadas