Senadora cobra do MS o envio de equipamentos de proteção a gaúchos para evitar leptospirose

Projeto quer proibir bancos de assediar consumidor para oferecer empréstimos e crédito consignado
Projeto quer proibir bancos de assediar consumidor para oferecer empréstimos e crédito consignado

Senadora cobra do MS o envio de equipamentos de proteção a gaúchos para evitar leptospirose

Projeto quer proibir bancos de assediar consumidor para oferecer empréstimos e crédito consignado

Após duas mortes, 23 casos suspeitos e 33 confirmados de leptospirose nas cidades atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a senadora Damares Alves (Republicanos-DF) encaminhou, nesta quinta-feira (23), documento no qual cobra do Ministério da Saúde o envio de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos moradores.

A suspeita é de que as contaminações com a bactéria causadora da doença tenham ocorrido durante as operações de limpeza das casas, comércios e estabelecimentos públicos.

“A lama podre que se acumula em locais nos quais as águas baixaram e a grande quantidade de detrito que se acumula em vários pontos do estado são os habitats ideais para que a leptospirose se dissemine”, alerta a parlamentar brasiliense no documento.

Para a parlamentar, o envio de máscaras, luvas, botas e roupas de proteção podem ajudar na prevenção não somente da leptospirosse, mas também de outras doenças como a hepatite A, também endêmica em áreas que sofreram enchente.

A doença

De acordo com o Ministério da Saúde, a leptospirose é uma doença infecciosa febril aguda que é transmitida a partir da exposição direta ou indireta à urina de animais (principalmente ratos) infectados pela bactéria Leptospira.

O período de incubação da doença, ou seja, intervalo de tempo entre a transmissão da infecção até o início das manifestações dos sinais e sintomas, pode variar de 1 a 30 dias e normalmente ocorre entre 7 a 14 dias após a exposição a situações de risco.

“A doença apresenta elevada incidência em determinadas áreas além do risco de letalidade, que pode chegar a 40% nos casos mais graves. Sua ocorrência está relacionada às condições precárias de infraestrutura sanitária e alta infestação de roedores infectados. As inundações propiciam a disseminação e a persistência da bactéria no ambiente, facilitando a ocorrência de surtos”, informa a pasta.

Assessoria de Comunicação

Senadora Damares Alves

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas