Abertas as inscrições do programa estadual “Bolsa-Atleta RS”, com auxílio mensal de até R$ 5 mil

Iniciativa contempla as categorias esportivas educacional, de rendimento e olímpica ou paralímpica. (Foto: EBC)

A Secretaria do Esporte e Lazer (SEL) do Rio Grande do Sul abriu inscrições para o programa “Bolsa-Atleta RS”, inédito no Estado e cujo objetivo é estimular o esporte gaúcho, por meio de benefício mensal entre R$ 500 e R$ 5.000.

No site esporte.rs.gov.br é possível acessar o edital, que prevê prazo até 5 de abril para manifestação de interesse.

Formalizado por meio de lei do governo gaúcho no final de 2023, o auxílio financeiro abrange atletas e técnicos nas mais diferentes competições. Para isso, serão concedidos 600 auxílios nas modalidades “esporte de rendimento”, “esporte olímpico ou paralímpico” e “esporte educacional”, esse último com status prioritário ao abranger 50% dos benefícios.

Os pagamentos mensais se referem ao período de março a dezembro de 2024, sendo retroativos nos primeiros meses. Já os editais serão expedidos de forma anual.

As despesas decorrentes da concessão do benefício serão custeadas com recursos do Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte.

 

Confira os valores mensais:

– Educacional: R$ 500.
– Rendimento nacional: R$ 1.000.
– Rendimento internacional: R$ 2.000.
– Olímpico/Paralímpico: até R$ 5.000.

 

Na categoria educacional, podem pleitear o benefício atletas de 12 a 17 anos, que tenham disputado competições oficiais organizadas pelo Estado e se classificado para competições nacionais oficiais. O mesmo vale para técnicos de atletas contemplados, porém com limite de uma bolsa por treinador. Outras exigências aos atletas são a matrícula escolar e a residência no Rio Grande do Sul.

Já na categoria rendimento, estarão aptos os atletas classificados entre os três primeiros lugares em evento de sua modalidade, em âmbito nacional ou internacional. A posição precisa ter a chancela da respectiva confederação credenciada junto ao Comitê Olímpico e Paralímpico Brasileiro (ou por entidade reconhecida pelo Ministério dos Esportes nos casos de modalidades não olímpicas ou não paralímpicas).

Para a categoria olímpica ou paralímpica, poderão solicitar a concessão da bolsa quem participou da última edição de jogos olímpicos ou paralímpicos (verão ou inverno). Os atletas contemplados deverão ter como residência e local de treinamento principal o Rio Grande do Sul. Beneficiários dessas duas categorias pelo governo federal estão autorizados a pleitear a bolsa caso esta tenha valor acima da federal, porém limitando-se à complementação dos valores.

 

Com a palavra

Titular da pasta e idealizador do projeto, o ex-goleiro gremista Danrlei de Deus destaca a importância do programa, que considera histórico:

“A comunidade esportiva gaúcha estava ansiosa por essa notícia, que agora é realidade. Nosso objetivo na Secretaria é levar o esporte a todos. Por isso, ao preparar o edital olhamos com muito carinho para os atletas de base e o paradesporto. E ficamos ainda mais felizes de poder anunciar a novidade justamente em um ano de Olimpíada [os Jogos de Paris]. Queremos que os esportistas gaúchos vejam o Estado como um grande parceiro. O sonho de medalha é nosso também”.

(Marcello Campos)

 

osul.com.br

Compre Aqui!

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

As Mais Lidas...​

Notícias Relacionadas