Um mês após a enchente, prefeitura de Roca Sales ainda estuda plano definitivo para a realocação da cidade

Desde setembro de 2023, 700 pessoas já deixaram Roca Sales em decorrência das enchentes, mas a prefeitura teme que o número possa passar de 1 mil nos próximos meses. | Foto: Nelson Almeida / AFP

Duas das três maiores indústrias do município garantiram que ficarão na cidade e manterão empregos.

Roca Sales, município de cerca de 10,4 mil habitantes localizado na região do Vale do Taquari, foi devastado durante as enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul no mês de maio. Essa é a terceira inundação na cidade em oito meses. Um mês após a tragédia mais recente, que deixou 10 mortos e milhares de pessoas atingidas, a prefeitura ainda estuda, junto ao governo do Estado, planos definitivos para a realocação da cidade.

Até o momento, apenas dois projetos habitacionais foram apresentados em Roca Sales. O primeiro é um programa do governo do Estado, que garantirá 35 casas definitivas de 44m², a serem construídas no Loteamento 7 de Setembro, considerado um terreno seguro na cidade. A medida foi anunciada pelo Governo do Estado no dia 23 de maio durante evento com prefeitos da região, na cidade de Estrela. Ao todo, o Estado investirá R$ 41,8 milhões nestas moradias definitivas na região do Vale do Taquari.

“No momento está sendo feita a terraplanagem e a limpeza da área que vai receber essas 35 casas. De acordo com o governo do Estado, as casas serão construídas com painéis de parede de concreto pré-fabricado, com dois dormitórios, sala e cozinha conjugadas e banheiro”, afirmou Marcel Lovato, assessor de imprensa da prefeitura.

Já o segundo projeto de habitação é na verdade uma campanha de doação do cantor sertanejo Sorocaba, que está doando e angariando doações para construir mais de 100 casas de madeira pré-fabricadas para produtores rurais de Roca Sales. Segundo peças de divulgação da campanha, chamada Vila do Agro, o cantor já teria arrecadado mais de R$ 1 milhão de reais, que viabilizarão a construção de mais de 70 casas. As residências ainda não foram erguidas na cidade.

Muitos moradores de Roca Sales já haviam perdido suas casas na última grande enchente, em setembro de 2023. De lá para cá, 700 pessoas já deixaram Roca Sales, mas, com o último ocorrido, a prefeitura teme que o número possa passar de 1 mil. “Muitos comerciantes já afirmaram que não vão reabrir”, relatou Lovato. A esperança do prefeito Amilton Fontana, segundo Lovato, é que as pessoas possam voltar com o tempo após um planejamento habitacional eficiente.

Conforme informações da prefeitura, mesmo com grandes prejuízos, duas das três maiores indústrias do município garantiram que ficarão na cidade e manterão empregos. A retomada das rotinas de trabalho nas sedes destas empresas ainda é feita de forma parcial.

 

Até o momento, os planos apresentados pela prefeitura ao governo do Estado são:

  • A realocação do centro da cidade para uma área de 70 hectares nas proximidades da estação ferroviária, cerca de 3 a 4 km do atual centro;
  • Ocupação de uma outra área, na linha Júlio de Castilhos, para realocar empresas por meio de lotes. Os lotes seriam voltados para pequenas, médias e grandes empresas.

Segundo Lovato, os projetos acima foram apresentados ao governo do Estado de forma preliminar no dia 23 de maio e a equipe do governo se comprometeu em visitar as regiões no município, bem como em avaliar as propostas. Até o momento, a visita não foi realizada. Ainda de acordo com a prefeitura, a ideia é que, a partir da visita do governo do Estado, sejam realizadas novas reuniões para avançar com os projetos de realocação.

A nível municipal, a intenção do prefeito Amilton Fontana é contratar engenheiros e arquitetos da região, que conheçam a geografia de Roca Sales, para construir projetos mais definitivos.

O projeto, no entanto, precisará ser assumido pela nova gestão, uma vez que, já reeleito, Fontana não concorrerá à prefeitura nas eleições deste ano.

 

Correio do Povo

 

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas