Secretário da Saúde de Canela é preso em operação da Polícia Civil

Operação Caritas investiga desvios na área da saúde, em Canela | Foto: Francisco Rocha / Folha de Canela

Nova fase da Operação Caritas apura desvios na pasta e no Hospital de Caridade.

A Polícia Civil prendeu preventivamente, nesta terça-feira, o secretário da Saúde de Canela, Leandro Gralha da Silva.

A prisão ocorreu no âmbito da 11ª fase da Operação Caritas, que investiga supostos desvios de verbas na pasta e no Hospital de Caridade, onde o suspeito é interventor.

Segundo a corporação, Gralha permanecerá afastado de suas funções por 120 dias.

A ação contou com 24 policiais civis que, além de Canela, também cumpriram medidas judiciais em Taquara. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, além de quebras de sigilos bancários.

O Correio do Povo contatou a administração municipal, que preferiu não se manifestar. A gestão afirma que não teve acesso ao inquérito policial e nem ao processo, enfatizando que se posicionará em um momento oportuno.

A Operação Caritas teve início em abril de 2021, quando se apurava a prática de desvio de materiais de construção do hospital para uma propriedade particular.

A partir de então, segundo a Polícia Civil, foi detectada uma organização criminosa estabelecida em parte do poder público do município para o desvio de verbas, fraudes em contratos e enriquecimento ilícito de agentes políticos e servidores.

 

Correio do Povo

 

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir