O que a água não levou, foi saqueado”, diz produtor que perdeu 170 búfalos na enchente

Animais foram encontrados soltos, ao lado de uma rodovia. Oswaldo Linck / Arquivo Pessoal

Associação Gaúcha de Criadores de Búfalos calcula que, pelo menos, 280 animais foram levados pela cheia no Estado.

Nem o tamanho, nem o peso dos búfalos fez frente à correnteza que se formou com a enchente em algumas regiões do Estado.

A Associação Gaúcha de Criadores de Búfalos (Ascribu) calcula que, pelo menos, 280 animais foram levados pela água lamacenta que avançou em diversas propriedades rurais.

A maioria, 170, são do produtor Oswaldo Linck, da propriedade localizada na Ilha do Lages, em Porto Alegre.

Com um rebanho de 400 animais, metade deles foi levado pela cheia no início de maio, quando a água alcançou as mangueiras da fazenda.

O prejuízo, considerando animais, galpões e cercas perdidos, deve chegar a R$ 1 milhão.

— Subiu muito rápido. Não deu pra salvar nada. O que a água não levou, foi saqueado — lembra Linck.

Os 200 animais que sobreviveram saíram dias antes da propriedade rumo à Guaíba, onde o produtor costuma “invernar” seus animais. Linck cria terneiros até virarem adultos para, então, vendê-los.

Dos 200 inicialmente perdidos, 40 foram encontrados até agora. A maioria à beira de rodovias. No entanto, 10 morreram depois de salvos, na propriedade, debilitados da água. Com os 160 restantes, Linck é pessimista:

— O que teve que aparecer já apareceu. É difícil, mas é isso.

A presidente da Ascribu, Desireé Möller, no entanto, segue com esperança de encontrar mais búfalos:

— Vendo a geografia no rio, acredito que vá ter muito búfalo na Barra do Ribeiro, é onde o Guaíba junta com a Lagoa dos Patos. E os búfalos têm “capacidade aquática”, conseguem até pastejar embaixo da água.

À frente dos resgates nos últimos dias, Desireé chegou a abrigar seis animais até que as estradas estivessem viabilizadas novamente para devolvê-los.

A Ascribu recebeu doações financeiras de todo o Estado e, nos próximos dias, deve distribuir aos produtores afetados.

Ao todo, são 50 mil búfalos no Rio Grande do Sul e 500 criadores.

4975866_773831f3acb5123 O que a água não levou, foi saqueado", diz produtor que perdeu 170 búfalos na enchente
Duzentos búfalos foram salvos por terem sido levados dias antes para outra propriedade.   Oswaldo Linck / Arquivo Pessoal

 

4975868_6201505a8e1eb07 O que a água não levou, foi saqueado", diz produtor que perdeu 170 búfalos na enchente
Propriedade do produtor Oswaldo Linck, antes da enchente, na Ilha do Lages. Oswaldo Linck / Arquivo Pessoal

 

4975867_c90de9c7738097f O que a água não levou, foi saqueado", diz produtor que perdeu 170 búfalos na enchente
Propriedade do produtor Oswaldo Linck, durante a enchente, na Ilha do Lages. Oswaldo Linck / Arquivo Pessoal

 

 

gauchazh.clicrbs.com.br

Guia Serra e Litoral só R$ 20 POR ANO
Estamos em faze de lançamento, Anuncie Conosco preço promocional

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas