Júri de acusadas pela morte de menino de 7 anos em Imbé é marcado para dia 4 de abril

Miguel foi morto pela mãe e teve corpo atirado no Rio Tramandaí, em Imbé, segundo a polícia — Foto: Reprodução/RBS TV

Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues, mãe da criança, e Bruna Nathiele Porto da Rosa, companheira dela, jogaram corpo no rio em uma mala, segundo a investigação. Crime aconteceu em julho de 2021. Corpo nunca foi encontrado.

O júri das rés pela morte de Miguel dos Santos Rodrigues, assassinado aos 7 anos em 2021, foi marcado para a o dia 4 de abril, no Foro de Tramandaí, conforme decisão da Justiça. A mãe de Miguel, Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues, e a companheira dela, Bruna Nathiele Porto da Rosa, respondem pelo crime. Ambas estão presas.

A decisão foi publicada após o esgotamento dos recursos da sentença de pronúncia, que definiu, em 2022, que elas responderiam pelo homicídio da criança contra a vida no Tribunal do Júri.

As rés respondem por homicídio triplamente qualificado, tortura e ocultação de cadáver. As qualificadoras são motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a vítima.

Na decisão, a Justiça ainda informa a renúncia dos procuradores de Yasmin, e dá prazo para que ela indique novo defensor. Caso isso não ocorra, fica a Defensoria Pública designada.

A defesa de Bruna informa que já esperava que o júri fosse marcado para esse ano. “Seguimos trabalhando dentro do propósito defensivo, com as provas que existem no processo, as quais favorecem a Bruna, para que possamos demonstrar de forma clara ao conselho de sentença e assim chegarmos ao resultado esperado, que é a não condenação da Bruna ao homicídio do menino Miguel”, diz Uelsei Natã Dias Boeira.

yasminebruna Júri de acusadas pela morte de menino de 7 anos em Imbé é marcado para dia 4 de abril
Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues e Bruna Nathiele Porto da Rosa — Foto: Divulgação

 

Relembre o caso

whatsapp-image-2021-08-02-at-14.03.17 Júri de acusadas pela morte de menino de 7 anos em Imbé é marcado para dia 4 de abril
Miguel foi morto pela mãe e teve corpo atirado no Rio Tramandaí, em Imbé, segundo a polícia — Foto: Reprodução/RBS TV

Miguel dos Santos Rodrigues, de 7 anos, foi dado como desaparecido no dia 29 de julho de 2021, data em que o Corpo de Bombeiros Militar iniciou as buscas. Porém, segundo a Polícia Civil, a mãe admitiu que a criança foi morta e atirada no Rio Tramandaí dois dias antes.

A procura foi suspensa pelos bombeiros depois de 48 dias. O delegado responsável pelo caso, Antonio Carlos Ractz, comentou que não existiam mais razões técnicas para manter as buscas pelo corpo de Miguel.

A investigação revelou que a mãe e madrasta de Miguel andaram cerca de 2 km com uma mala em que estaria o corpo do menino. Imagens de câmeras de segurança flagraram as duas carregando o objeto com a criança dentro.

De acordo com o Ministério Público, o menino vivia sob agressões e violência, e foi assassinado porque as mulheres o consideravam um “empecilho” para a vida do casal.

A perícia confirmou que o DNA encontrado dentro da mala é o do menino, bem como o sangue identificado em uma camiseta e em uma corrente.

Em uma das etapas da investigação, a Polícia Civil revelou pesquisas que teriam sido feitas por Yasmin no celular. Nas consultas, a mãe do menino buscava informações se “digitais humanas saem na água salgada do mar”.

whatsapp-image-2021-08-02-at-17.24.59-687x1024 Júri de acusadas pela morte de menino de 7 anos em Imbé é marcado para dia 4 de abril
Mapa mostra localização, em Imbé (RS), onde mãe teria jogado corpo do filho. — Foto: G1/Arte

 

g1.globo.com

VOTE MATTEUS BBB 24!

É a nossa cultura sendo conhecida por todo o Brasil!!

VOTE MATTEUS BBB 24!

Compre Aqui!

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

As Mais Lidas...​

Notícias Relacionadas