Cavalo Caramelo ganha dezenas de perfis na internet quase uma semana após ser resgatado no RS

Caramelo passou cinco dias ilhado em Canoas.Foto: Reprodução

Em meio aos cenários desoladores das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul, um personagem se destacou: o cavalo Caramelo.

Resgatado de uma situação angustiante, em cima de um telhado, o equino conquistou o coração de milhares de pessoas em todo o País. Quase uma semana após ser resgatado, ele já ganhou diversos perfis em sua homenagem nas redes sociais.

Um deles, no entanto, é oficial e já tem quase 100 mil seguidores. Lá virou o ponto de encontro para pessoas que acompanham de perto a jornada de recuperação do equino.

Muitos deixam comentários pedindo para ele continuar no Rio Grande do Sul.

“Puxar carroça nunca mais”, disse um. “Sim, tô seguindo um cavalo”, brincou outra internauta. “Não deixa ele sair do RS”, pediu um seguidor. “Ele é o símbolo do nosso Rio Grande do Sul”, completou outra pessoa.

Após passar cinco dias ilhado no telhado de uma casa no bairro Mathias Velho, em Canoas (RS), Caramelo foi salvo por uma operação conjunta envolvendo a cavalaria da Brigada Militar, o Exército e os bombeiros de São Paulo. Transportado com segurança para o Hospital Veterinário da Ulbra, o cavalo de 350 quilos está recebendo os cuidados necessários para sua recuperação.

Sob os cuidados atentos dos veterinários da Ulbra, Caramelo passou por uma série de exames na segunda-feira (13), revelando um quadro de desnutrição que precisa ser revertido.

O hospital informou que, caso o dono não se apresente nos próximos dias, o cavalo terá um novo lar na fazenda-escola da universidade, onde terá espaço e tranquilidade para se recuperar plenamente.

Segundo o médico veterinário Henrique Mondardo Cardoso, que tem acompanhado o tratamento de Caramelo desde o resgate, o estado de saúde do animal segue evoluindo muito bem.

“Ele só tem algumas alterações leves, que remetem à inflamação, bem esperadas para o quadro dele”, informou Henrique.

Devido ao tempo em que ficou com os movimentos restritos, Caramelo desenvolveu algumas lesões na pele, nos músculos e na pata traseira, mas segue evoluindo bem, afirmam os veterinários.

De acordo com a professora do curso de Medicina Veterinária da Ulbra, Mariângela Allgayer, que atuou no socorro ao animal desde o resgate, Caramelo também tem lesões que foram causadas no passado, provavelmente, por puxar carroça, fato que é evidenciado por uma marca no rosto que mostra o excesso de tempo com arreio.

 

 

osul.com.br

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Serra e Litoral nas principais redes sociais. Estamos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Tem também o nosso grupo do Telegram e Whatsapp.

AS MAIS LIDAS

Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?

Olá, Seja bem-vindo!
Você já acessou a nossa Página Osório na Web hoje?
𝐀𝐜𝐞𝐬𝐬𝐞, conheça e fique bem informado(a) dos acontecimentos do 𝐃𝐈𝐀-𝐃𝐈𝐀.

Osório na Web e Portal Serra e Litoral Juntos.
Segue o Link da Página

Página Osório na Web

Redes do Grupo Fortes Publicidade
Notícias atualizadas 24h.

Receba as principais notícias do Portal Serra e Litoral no seu WhatsApp

Notícias Relacionadas