A polêmica envolvendo as tendas de condomínios montadas à beira-mar em Remanso

Barracas são erguidas logo cedo por funcionários de condomínios e ocupam parte da faixa de areia. Arquivo pessoal

Estruturas montadas para garantir lugar a condôminos desagradam antigos veranistas da praia de Xangri-lá.

Antigos veranistas com casa em Remanso, no município de Xangri-lá, andam chateados com os condomínios da região. É que, neste verão, aumentou o número de estruturas montadas para reservar lugar na praia para os condôminos.

— Todos os dias, é a mesma coisa: os funcionários chegam com um reboque e erguem os gazebos na areia logo cedo. E quem veraneia aqui há 30, 40 anos, fica espremido. Muitos até tentam sentar embaixo dos toldos enquanto não chega ninguém, mas são gentilmente convidados a se retirar, mesmo estando tudo vazio. Dependendo do dia, só nos restam as dunas ou a área que fica sob as árvores — diz um dos membros da velha guarda.

A turma está até pensando em recorrer ao Ministério Público em busca de apoio ou mesmo de orientação, mas seus integrantes garantem: “ninguém ali é contra os condomínios”. O que os antigos veranistas desejam é “consideração”.

— Os gazebos poderiam ir sendo colocados sob demanda, à medida que condôminos fossem chegando. Seria mais justo — sugere um vizinho.

Quem sabe não seria mesmo uma boa ideia? Há o debate jurídico em torno do tema, que não se restringe ao caso de Remanso (em outros lugares do Brasil e do mundo, há situações semelhantes, envolvendo a demarcação de espaços por condomínios nas praias), mas talvez fosse possível, por aqui, encontrar uma solução na base do diálogo, pela boa convivência entre a vizinhança.

4890031_8531d1f34cb5246 A polêmica envolvendo as tendas de condomínios montadas à beira-mar em Remanso
Muitas vezes, as tendas ficam vazias.   –   Arquivo pessoal

 

gauchazh.clicrbs.com.br

Onde Ir

Dicas de Onde Ir, na Serra ou no Litoral
Onde Ir